Adolf Hitler - o nascimento e a família do líder nazista

Às 18h30 da noite de 20 de abril de 1889, no início da primavera europeia, Hitler nasceu na pequena vila austríaca de Braunau Am Inn, no outro lado da fronteira da Baviera alemã.

Adolf Hitler seria líder de um movimento cujo valor na árvore genealógica de uma pessoa era supremo, tornando-a uma questão de vida ou morte. No entanto, sua própria genealogia era bem confusa, sendo motivo de preocupação e constrangimento por toda a sua vida.

Alois, o pai de Hitler, nasceu em 1837. Ele era filho ilegítimo de Maria Anna Schicklgruber com um companheiro, cujo nome certo é desconhecido.

Talvez  o avô de Adolf Hitler  tenha sido um pobre trabalhador do moinho local chamado Johann Georg Hiedler. Também é remotamente possível, que o avô do ditador nazista fosse judeu.

adolf hitler
Esta fotografia foi tomada em 5 de dezembro de 1931, na saída da sede do partido nazista em Munique. Naquela data, Adolf Hitler afirmou que um dia seu partido governaria a Alemanha.

Segundo afirmações feitas após a guerra por Hans Frank, Maria Schicklgruber havia sido contratada como cozinheira dos Frankenberger, uma rica família judia de Graz. Supostamente um jovem da família, de 19 anos, a engravidou, passando a lhe enviar dinheiro regularmente após o nascimento de Alois.

Para refutar essa teoria, Ian Kershaw afirma que todos os judeus haviam sido expulsos de Graz no século XV e só puderam regressar na década de 1860. Também, segundo o historiador inglês, não há nenhuma prova de que Maria Schicklgruber alguma vez tenha vivido em Graz.

Adolf Hitler nunca soube com certeza quem era o seu avô.

Ele sabia que quando seu pai, Alois, tinha cerca de cinco anos, Maria Schicklgruber casou-se com Johann Georg Hiedler. O casamento durou cinco anos, até a morte dela por causas naturais; nessa altura Alois foi morar em uma pequena fazenda com seu tio.

Aos treze anos, Alois cansou-se da vida na fazenda e partiu para a cidade de Viena a fim de encontrar algo melhor para si. Ele trabalhou como aprendiz de sapateiro e depois se alistou no serviço civil austríaco, tornando-se oficial aduaneiro.

Alois levou o trabalho como funcionário público a sério, sendo por fim promovido a supervisor. Em 1875, ele alcançou o cargo de Inspetor Assistente Sênior, uma grande conquista para o ex-menino da fazenda com pouca educação formal.

Neste momento da história, ocorreu um evento que teria grandes implicações para o futuro.

Alois sempre usou o sobrenome de sua mãe, Schicklgruber, ele nunca viu nada de errado em ser Alois Schicklgruber, tampouco tentou esconder o fato de que era filho ilegítimo, porque isso era bastante comum na Áustria rural.

Contudo, no verão de 1876, já maduro e bem estabelecido na sua carreira, Alois pediu permissão para usar o sobrenome do seu falecido padrasto: Hiedler; quando chegou a hora de registrar a mudança, o sobrenome foi escrito como Hitler.

Dessa maneira, aos 39 anos, Alois Schicklgruber tornou-se Alois Hitler. A boa sorte sorria para o futuro Führer pela primeira vez - 13 anos antes dele ter nascido.

O fato pode parecer banal, mas tem uma importância gigantesca, pois é difícil imaginar dezenas de milhares de alemães gritando "Heil Schicklgruber!" em vez de "Heil Hitler!"

Podemos tomar a afirmação de Adolf como sincera quando ele disse que "nada que o seu pai tinha feito lhe agradara tanto como a decisão de abandonar o sobrenome rústico e grosseiro de Schicklgruber. Certamente, a saudação 'Heil Schicklgruber' não teria sido tomada para um herói nacional - Ian Kershaw - historiador inglês

Em 1885, depois de numerosos casos e outros dois casamentos, o viúvo Alois Hitler, de 48 anos, casou-se com Klara Pölzl, com 24 anos e grávida, neta do tio Hiedler. Tecnicamente, por causa da mudança de nome, ela era sobrinha de Alois, e sendo assim, ele teve que conseguir uma permissão especial da Igreja Católica para realizar o casamento. As crianças de seu casamento anterior, Alois Hitler, Jr. e Angela, participaram do casamento e viveram com eles depois.

Klara Pölzl deu a luz a dois meninos e uma menina, todos os quais morreram. Em 20 de abril de 1889, seu quarto filho, Adolf, nasceu saudável e foi batizado como católico romano. O pai de Hitler tinha agora 52 anos.

O bebê Hitler
"Ele é diferente de todo o resto da família". - Klara Hitler, citada por August Kubizek.

Ao longo dos primeiros dias de Hitler, sua mãe temendo perdê-lo também, dedicava-lhe muito atenção e carinho. Seu pai vivia sempre ocupado. Quando não estava trabalhando, ele passava a maior parte do tempo em seu hobby favorito: a apicultura.

Em maio de 1895 aos seis anos, o jovem Adolf Hitler foi matriculado no primário, na escola pública na vila de Fischlham, perto de Linz, na Áustria.

Adolf Hitler - o nascimento e a família do líder nazista Adolf Hitler - o nascimento e a família do líder nazista Reviewed by Bento Santiago on junho 16, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.