Duas candidatas ao cargo de vereador no Rio de Janeiro fizeram as provas abaixo na tentativa de comprovar que são alfabetizadas e concorrer nas eleições deste ano. A primeira disse: "De claro que não posunho mei um Beis" (Declaro que não possuo nenhum bem) e "De claro que eu curcei até 6 ano". Sua colega declarou, como escolaridade, "Primário compreto". As cartas são um recorte das centenas de candidatos que precisam provar não serem analfabetos, sendo que alguns têm a candidatura indeferida e outros conseguem concorrer.

i356655


i356656


Fonte: Revista Língua Portuguesa

4 Comentários

  1. E basta "apenas " saber ler e escrever? Que país é esse?

    ResponderExcluir
  2. rasguei meu título de eleitor....para que preciso dele....para votar??? 

    ResponderExcluir
  3. Rafael3/10/12

    Se bem que para roubar nosso dinheiro(Todo , digo TODO,. politico o faz, o sistema assim exige),nao precisa saber ler e nem escrever.Basta prometer um monte de baboseira, que o idiota do eleitor acredita e vota nestes pilantras.(Serra,Lula,maluf,russomano,soninha,paulinho,etc,etc a lista é imensa)
    Depois? foda-se nosso dinheiro,nossos direitos, e tomem carnaval e futebol.
    Povinho idiota, tem que se fuder mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Segundo o que contam, Tiriica (abestardo) conseguiu grafar apenas uma palavra correta e deu no que deu

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem